aula 3 - a origem das histórias

M1_A3

Sua fonte natural é o povo, que, sentindo a necessidade de explicar os fatos e os fenômenos da natureza que lhe causavam tanto medo e admiração, sem poder compreendê-los racionalmente, e também pela necessidade de transmitir suas impressões, experiências, valores, crenças, costumes, normas, acabaram criando e recriando situações, pessoas, lugares, sonhos e transformando em histórias, mitos e lendas, que eram repassados de geração a geração, pela oralidade. 


Durante muito tempo foi dessa forma que o homem primitivo guardou e conservou todos os fatos e lembranças que formam um verdadeiro tesouro que jamais perde o seu valor. A prova disso está nas histórias antigas que continuam encantando até hoje: Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve, A Bela e a Fera e tantas outras.


Por ter sido oral a forma primitiva de transmissão, é evidente que não se pode fixar sua origem. Então, de onde vieram as histórias? De todas as partes do mundo. Quem as contou pela primeira vez? O povo!


As histórias de tradição oral são anônimas porque não são de ninguém, porque pertencem a todo mundo, são universais. Não existe nesse mundo um só povo que não tenha suas histórias. Por serem um elo, une as pessoas, as histórias são uma necessidade do ser humano, por isso, mais importante do que saber quem contou pela primeira vez e qual foi a história, devemos agradecer por elas existirem e nos ajudarem a compreender melhor o mundo em que vivemos.