O mercado de trabalho para o contador de histórias

M11-A2

Apesar de ser bem comum ver um contador profissional rodeado por crianças, saiba que a narração de histórias pode ser utilizada por áreas que vão muito além do lazer e do entretenimento infantil.


ÁREAS E PROFISSÕES QUE SE BENEFICIAM DESSA FORMAÇÃO:


■ PROFESSORES DE DIVERSAS ÁREAS DO CONHECIMENTO - 
Desde química e física, passando por geografia e português, até atividades esportivas… Narrando histórias, os professores surpreendem os alunos com elementos que deixam os conteúdos bem mais atrativos.

 

■ PROFISSIONAIS DA SAÚDE - A narração de histórias é utilizada principalmente no atendimento a pessoas doentes em hospitais e brinquedotecas. Um odontopediatra, por exemplo, pode usar histórias para distrair os pequenos pacientes.

 

■ LÍDERES E GESTORES - A narração também chegou ao mundo corporativo. As empresas têm buscado a narração como substituição a palestras motivacionais, tanto para o dia a dia como em eventos –semanas de prevenção de acidentes e encontros corporativos, por exemplo.


Como a narrativa sugere em vez de impor, as histórias têm se tornado uma boa forma de conversar e envolver os funcionários.

 

■ RELIGIOSOS - Além do trabalho voluntário realizado com crianças, algumas pessoas utilizam a narração de histórias para tratar os preceitos em diferentes religiões. Um jeito bem mais atrativo e envolvente se comparado aos ensinamentos tradicionais.


■ CUIDADORES DE IDOSOS - Para cuidadores de idosos, a narração pode ser um ótimo instrumento para as pessoas ouvirem e contarem suas histórias de vida.


■ GUIAS DE TURISMO - Por que não contar histórias durante um roteiro de viagem? Aprendendo sobre modulação de voz, intensidade, pontuação e emoção de cada palavra, os guias podem se aperfeiçoar e encantar os clientes enquanto compartilham conhecimento sobre os pontos turísticos.


■ PESSOAS INIBIDAS - Quem não consegue falar em público, quer perder a timidez ou precisa de mais confiança em si mesmo para gerenciar reuniões, por exemplo, encontra na narração de histórias as ferramentas para superar essa dificuldade.

O uso da voz e da linguagem corporal ajudam a lidar com o autojulgamento e com o medo da opinião do outro.

 

ONDE ENCONTRAR OPORTUNIDADES DE ATUAÇÃO?


O contador de histórias geralmente trabalha por projetos, de forma autônoma, como microempreendedor individual (MEI) – com raras exceções.


Por isso, é importante que ele tenha atitude empreendedora, faça sempre o melhor trabalho que puder (quem está na plateia um dia pode contratá-lo).


PROCURE DIFERENTES FORMAS DE DIVULGAÇÃO:


 Ter um bom site, manter um blog ou canal no YouTube e uma fanpage no Facebook são bons caminhos.


CONHEÇA ALGUNS LOCAIS EM QUE O PROFISSIONAL POSSA ATUAR:


- Escolas (algumas instituições particulares têm em seus quadros o cargo de contador de histórias);


  • - Unidades do Sesc;

  • - Festivais e encontros da área (bons lugares para fazer networking);

  • - Projetos públicos em praças, bibliotecas e salas de leitura;

  • - Livrarias (geralmente em parceria com editoras, com o objetivo de vender livros e divulgar um autor. O contador atua como uma espécie de demonstrador);

  • - Casamentos e outras celebrações (o profissional é contratado para contar a história do casal durante a celebração – nesse caso, ele também produz o texto a ser narrado);

  • - Empresas (narração para o meio corporativo, sensibilização de equipes, ações de leitura em ocasiões como o Dia do Livro, atividades com familiares de funcionários, etc.).


Uma dica para quem está começando: você pode criar um projeto de narração para livrarias que tenha como contrapartida a divulgação do seu trabalho nos meios impresso e digital da loja.


Se a proposta for adiante, a livraria terá um evento para estimular a venda de livros e você poderá reforçar seu currículo.


CONTANDO HISTÓRIAS E FAZENDO O BEM:


Outro lindo trabalho realizado por contadores de histórias é a atuação social como voluntário em locais como hospitais, asilos, abrigos e igrejas.


Nessas situações, a narração de histórias é um instrumento poderoso de motivação e alegria para públicos em condições tão adversas.


Um trabalho gratificante que faz com que as pessoas se sintam realmente importantes e valorizadas.